ETC

Jornal Electrónico do Agrupamento de Escolas de São Bernardo

25 de Abril de 1974

Eu, um simples cravo
Vermelho e charmoso,
Estava numa florista
Quando aconteceu algo estrondoso…

Naquela noite
Que aconteceu?
Seria algo importante…
Que sabia eu?

Estavam milhares de homens, no quartel-general,
Balas, pistolas e um grande canhão,
Todos com medo, mas todos felizes
Algo tinha dito o capitão.

Ouvia-se, no ar,
Paz e liberdade…
Uma revolução?
Será que era verdade?

Passaram a noite toda
Com os tanques a andar
Até chegarem ao Largo do Carmo
Onde eu na história vou entrar.

Pegaram-me e puseram-me
Na ponta de um canhão
Estava cheia de medo
Que me enviassem para o chão.

A revolução começara
Para o Quartel do Carmo tinham ido
Conversaram horas e horas
Até anunciarem o que tinham discutido.

Os representantes da ditadura foram exilados para a Madeira
Tiveram que se render…
Viva a Liberdade!
E nunca mais os voltaremos a ver!

Joana Rita Capela Covelo,nº11, 6ºC

Advertisements

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: