ETC

Jornal Electrónico do Agrupamento de Escolas de São Bernardo

Arquivo de Abril, 2009

Dormir é meio sustento

a-carregar-e2809csign-in-instructions-for-ana-falcaoe2809dDormir é uma necessidade básica do organismo humano, do qual depende o seu bem-estar físico e psicológico. Sendo este de primordial importância na nossa vida e saúde, porque estará a ser tão desprezado e esquecido? (…) Como sabem todos os pais que têm filhos, ou quase todos, as crianças adoram atrasar a hora de ir dormir, inventando mil e uma coisas para fazer, no momento em que lhes é dito: “Tens de ir para a cama.” Se não existirem regras e se os pais não as impuserem de forma firme, a hora de ir dormir é adiada indefinidamente. Um outro factor que também contribui bastante para que as crianças se deitem cada vez mais tarde é a existência de televisão, computador e consolas de jogos no quarto. Frequentemente crianças e adolescentes admitem que fazem uso do computador e da televisão depois de os pais adormecerem. Se pensarmos que as crianças e jovens raramente reconhecem que estão cansados em consequência de um número diminuto de horas de sono, então teremos ainda mais a noção dos riscos decorrentes da presença de TV e computador no quarto. A dificuldade de atenção não é, obviamente, o único malefício que resulta de um número insuficiente de horas de sono. A privação de sono está também associada ao aumento da ansiedade, dificuldade de aprendizagem, desequilíbrio hormonal, alterações metabólicas e da memória. Um estudo recente realizado no Instituto Holandês de Neurociência demonstrou que, se o sono é interrompido na fase em que é mais profundo, isso vai dificultar o armazenamento de novas informações, tornando mais difícil recordar certos dados e momentos.
Adriana Campos, www.educare.pt

Anúncios

Retrato

Retrato

É bom acordar e pensar
Que vou ter Português
E vou ter que trabalhar
Sem nunca parar.

A professora XXXXXX
Faz-nos pensar.
É muito bom trabalhar
Porque ela nos sabe alegrar.

É muito boa professora
Porque nos motiva a trabalhar…
Começa a falar
E não consegue parar.

Gosto de a ouvir falar,
Faz-me pensar,
Faz-me acreditar
Que sei trabalhar.

É a única professora
Que às 8h30m da manhã
Me faz acordar
E não me consegue chatear…

Temos sempre que trabalhar
Para que,no final do ano,
Não tenhamos que chorar.

Pedro Afonso,9ºA

Poemas 9º Ano

Se eu fosse…lilás

Se eu fosse lilás
No fundo do mar
Não iria nadar
Mas,sim, tentar me encontrar.
Talvez,na profundidade,
Recordasse o meu passado
E me inspirasse para o futuro.
Quem sabe se,no fundo,
Não estará a chave
Para os problemas do Mundo…

Andreia Silva, 9º C

Se eu fosse verde…

Se eu fosse verde
Pertencia à Natureza
Poderia respirar ar puro
Não seria tapado por um muro.

Se eu fosse verde
Seria uma planta ou uma árvore
Oxigênio libertava
E com o vento cantava.

Se eu fosse verde
Não me deixaria abater
Com a minha raiz
Me tentaria manter.

Se eu fosse verde
Na paz viveria
Ao pé de uma ria
Por baixo do Sol me aquecia.

Mas como não sou verde
A vida é infeliz…
A paz não existe
Pois só a guerra resiste.

João Azóia, 9ºC

Se eu fosse azul…

Se eu fosse azul
Seria um pedaço do céu
Ou um pedaço do mar.
Seria importante ou insignificante
Veria de tudo
Ouviria uma imensidão de palavras
Estaria em todo o lado
Estaria triste ou contente
Teria amigos e inimigos…
Seria pecador,
Teria amor e ardor
Veria o Mundo como um jogo…
Seria eterno
Seria a salvação
Traria a tempestade
Salvaria pessoas
Teria tempo
Teria sorte
Seria a vida ou a morte
Andaria sem preocupações
Veria multidões…
Saberia tudo de cor
De Norte a Sul
De Este a Oeste
Até do vento mais forte
Até do Mar do Norte…
Seria uma coisa insignificante
No meio de um infinito importante…
Seria apenas um pedaço do céu ou do mar
Que, afinal, também sabe amar.

Jorge Paula, 9ºA

Se eu fosse azul…

Se eu fosse azul
Voaria como uma gaivota
Pelo céu adentro
À procura de alguém de outra cor
Com quem pudesse partilhar
A alegria,a tristeza…
Teria um amigo diferente, especial
A quem pudesse abrir o meu coração
Para guardar os momentos de emoção!

Pedro Coelho,9ºB

Se eu fosse…

Se eu fosse cor de rosa
Não iria escrever em prosa,
Possivelmente não seria rapaz
Mas seria capaz
De ser poeta…
Iria voar pelo céu das telas
Do mundo das palavras,,,
Eu seria a cor que acalma
Que põe pessoas a chorar
Sem nunca parar…
Eu poderia ser
Branco,azul,verde,amarelo
Mas,não,sou cor de rosa
E sirvo de encanto
À minha namorada prosa
Porque ela cria as palavras
E eu dou-lles a cor
Que só a poesia traz…
A cor de uma rosa
Que eu ofereço à prosa.

Bruno Ramos,9B

Na escola

naescola5naescola3naescola2
naescola
Na escola aprendemos muito.
Fazemos trabalhos sozinhos e outros todos juntos, fazemos fichas, lemos e escrevemos muito. Também fazemos experiências, desenhos, ouvimos histórias, apresentamos os nossos trabalhos, pintamos recortamos e brincamos muito.
naescola6
Na escola fazemos muitas coisas divertidas e todos os dias aprendemos coisas novas. Até já sabemos o abecedário todo! Já lemos quase tudo e escrevemos as nossas ideias. Vamos a visitas e participamos em muitas actividades, onde descobrimos e aprendemos coisas diferentes.
Gostamos muito de vir para a escola, porque há sempre coisas novas para aprendermos, estamos com os nossos amigos e com a professora.
Na escola aprendemos o que é amizade.
A escola é excelente!naescola7
Texto colectivo da turma do 1º ano da EB1 de Solposto.

Inauguração da nossa Sala de Recursos

centroderecursos No dia 27 de Fevereiro de 2009, na nossa escola, EB1 de Solposto, inaugurou-se uma nova sala, a “Sala de Recursos”, que foi apetrechada pelo Fórum de Aveiro em parceria com a Câmara Municipal.
Estiveram presentes na inauguração várias entidades: representantes da Câmara Municipal de Aveiro, do Fórum, do Conselho Executivo do nosso Agrupamento, uma contadora de histórias convidada pela Administração do Fórum, uma representante da Associação de Pais, o Presidente da Junta de Freguesia, os Professores, os Auxiliares da Acção Educativa e os alunos.
centroderecursos2
Esta sala ficou com um espaço de biblioteca, de laboratório e de reuniões, também, tem um maravilhoso quadro interactivo, no qual podemos jogar, escrever, ver filmes, desenhar e explorar vários temas.
Os alunos da nossa escola já realizaram muitas experiências interessantes no laboratório e leram e ouviram histórias fantásticas
centroderecursos3
A nossa biblioteca é constituída por muitos livros, jogos e dvd`s. Para estarmos confortáveis no chão da biblioteca, existe uma manta com várias almofadas e, ainda, um puff muito colorido.
Estamos todos muito orgulhosos e contentes com a nossa “nova” sala de recursos. Está um espanto!
O nosso muito obrigado ao Fórum e à CMA por se terem lembrado de nós.
Alunos da turma SP23B
Professora Mena

EMRC em acção!

p3260540
No segundo período os alunos da Escola E.B. 2,3 de S. Bernardo inscritos na disciplina de EMRC, dinamizaram e participaram em algumas actividades. Destacam-se as seguintes:
Semana da disciplina de EMRC
Decorreu de 23 a 27 de Março. Os alunos construíram um painel no corredor junto da papelaria e reprografia. Cada aluno construiu o seu barco, decorou-o e deixou alguma mensagem… O lema foi: “Não fiques na praia com o barco amarrado”. Assim, os alunos inscritos na disciplina, escreveram mensagens de esperança e de encorajamento face aos problemas que encontramos no “mar da vida”.
Para além disso, alunos do 9º ano distribuíram “abraços grátis”! Foi um gesto inspirado na campanha mundial “Free Hugs”. Hoje em dia é mais comum recebermos comentários depreciativos ou um empurrão nos corredores da escola, na rua ou em qualquer lugar. Assim, foi interessante assistir às reacções dos alunos, professores e auxiliares que receberam abraços. Ninguém estava à espera! Mas o objectivo foi conseguido: deixar as pessoas a sorrir!
Encontro de alunos de EMRC do 8º ano no Bioparque de S. Pedro do Sul
Desde o primeiro período, os alunos do 8ºano da nossa escola estiveram em contacto com alunos do mesmo ano da Escola Secundária de Albergaria-a-Velha. A forma de comunicação privilegiada foi através de cartas, ao jeito de S. Paulo, que comunicou através de cartas às comunidades longínquas. Cada grupo inspirou-se assim, nas cartas de S. Paulo, escolhendo nomes para os grupos, baseados nas mesmas.
Depois de escritas várias cartas, estava na hora destes alunos se poderem conhecer pessoalmente. Esse encontro decorreu no dia 25 de Março, no Bioparque de S. Pedro do Sul, onde os alunos puderam vivenciar momentos de aventura, divertimento e contacto com a natureza.

bio-91
bio-25
bio-36

Trabalhos da turma SP14 da professora Margarida EB1 do Solposto

Trabalhos da turma SP14 da professora Margarida EB1 do Solposto
untitled-114
untitled-115
untitled-116
untitled-117