ETC

Jornal Electrónico do Agrupamento de Escolas de São Bernardo

Assembleia Municipal Jovem

 

Agrupamento de Escolas de S. Bernardo

EB1 de S. Bernardo

 

    Bom dia senhor presidente da mesa, senhores deputados, minhas senhoras e meus senhores.

    Eu chamo-me Édi Rafael e represento os alunos da E.B.1 de São Bernardo.

    Reconhecemos que os responsáveis pelo município de Aveiro se têm preocupado em tornar esta nossa bela cidade numa cidade amiga do ambiente, nomeadamente na limpeza dos espaços, na utilização das Bugas e na adesão ao Dia Europeu sem carros…

      No entanto, somos de opinião que muito mais há a fazer nesta cidade em relação ao ambiente, nomeadamente no que diz respeito aos espaços verdes e de lazer e aos ecopontos.

      Achamos que a freguesia de S. Bernardo e esta cidade têm poucos espaços verdes e de lazer. As crianças e adultos passam cada vez mais tempo nos computadores, nas consolas, a ver televisão… São precisos espaços apelativos onde as pessoas possam estar em contacto com a Natureza, como por exemplo, parques infantis seguros e actividades lúdicas onde a família possa estar reunida.

     Para este efeito sugerimos o local junto ao Hotel Meliá em frente ao Centro Cultural e de Congressos.

     Num trabalho de pesquisa que fizemos sobre a reciclagem, descobrimos coisas que nos impressionaram. Sabeis que uma garrafa de plástico demora mais de 100 anos a decompor-se? Os sacos e copos de plástico demoram entre 200 a 450 anos? Que o vidro demora mais que 1 milhão de anos?! E as latas de 100 a 500 anos?

     Estas descobertas fizeram-nos ficar preocupados, porque diariamente vemos os contentores para o lixo doméstico com garrafões de lixívia, garrafas e sacos de plástico, latas de conserva, garrafas e frascos de vidro…

     O Homem está a destruir o ambiente é preciso mudar!

     Na nossa opinião, é URGENTE mudar o tipo de ecopontos actuais. As pessoas precisam de ser “educadas” no sentido de separar os lixos. Levar o lixo ao ecoponto tem de ser uma rotina fácil de fazer. No nosso meio isso não acontece, os ecopontos são em número reduzido e têm um formato que não facilita a colocação rápida da reciclagem.

         Sugerimos que ao lado do contentor para o lixo comum haja ecopontos bem identificados e com tampa no topo, fácil de abrir e colocar lá a reciclagem de uma só vez.

         Se não quisermos que o lixo que fazemos agora daqui a muitos séculos continue espalhado pelo ambiente, prejudicando a vida à humanidade, é preciso oferecer aos munícipes infra-estruturas facilitadoras da separação dos lixos e campanhas de “educação ambiental”.

         Agradeço desde já a atenção dispensada e espero que as nossas sugestões tenham o melhor acolhimento da vossa parte.

 

O deputado

Édi Rafael Jesus Cruz Lela

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: